Confira a apresentação do Thievery Corporation na KEXP Radio

Em comemoração aos 20 anos de carreira, a dupla de produtores Rob Garza & Eric Hilton, mais conhecidos como Thievery Corporation, desembarcou nos estúdio da KEXP Radio com o time completo para fazer um live das faixas Forgotten People, Le Monde, All That We Perceive, Amerimacka e Culture Of Fear. Eles trocaram uma breve ideia com o apresentador Darek Mazzone, mas o som fala mais alto e bate pesado demais no QG da estação de Seattle, nos EUA. Sessão embalada com muito reggae, dub, música eletrônica, trip hop, rap, além de outros elementos sonoros de diferentes culturas. Você só precisa chegar no player abaixo para climatizar o domingo ao som de Thievery Corporation.

Thievery Corporation | KEXP Radio

Vídeos da semana: DowRaiz, África Mãe do Leão, Céu, Posse Cutz e Coruja BC1

Se toda quinta-feira você confere na matriz uma nova edição online do Programa Mangroovee, a sexta chega com o resultado do nosso garimpo pelos lados do YouTube. A semana foi bem movimentada com vários lançamentos que passam pelo reggae, rap, brazuka e beats experimentais. Escolhemos alguns deles e quem abre os caminhos é o curitibano DowRaiz na companhia da Nomad Magush no excelente trabalho Sobre Os Pontos, que também traz a participação de Ricardo Verocai.

Seguimos no embalo com a edição sinistra do vídeo Passando a Limpo, onde o Coruja BC1 dispara as punchlines sobre a batida assinada pelo Skeeter. Após o descarrego de versos, climatizamos o ambiente com graves, médios e agudos do sistema de som da equipe paulistana África Mãe do Leão, no registro do camarada RAS Films em sessão realizada no MASP, em São Paulo.


Fechamos a conta em ritmo desacelerado com o clipe da música Varanda Suspensa, presente no repertório do disco Tropix, da cantora Céu, além do chapado instrumental dos manos Líquido e Fumaça, ambos integrantes da Posse Cutz, de Belo Horizonte. Pegue vosso café e chega no play, gente boa.


DowRaiz | Nomad Magush | Coruja BC1 | Skeeter | África Mãe do Leão | RAS Filmes | Céu | Posse Cutz

Programa Mangroovee 43: Sabotage, Sean Kuti, Earth Disciples, Gilberto Gil e Dubatak

Encostamos na nossa modesta matriz para deixar vossa senhoria por dentro do episódio de número 43 do Programa Mangroovee, que foi transmitido pela Rádio Educativa FM no dia 26/10. Com três faixas retiradas do disco póstumo do Maestro do Canão, o primeiro bloco da sessão foi totalmente dedicado ao mestre Sabotage. Fora isso, você ainda confere faixas de IFÁ, Blitz the Ambassador, Sean Kuti, Azymuth, Jeff Boto, Derajah, Gilberto Gil, Nelson Cavaquinho, Chico Buarque, Mário Castro Neves, João Nogueira, Edson Frederico, Earth Disciples e Hopetown Crowford. Uma hora completa pautada pelo reggae, rap, afrobeat, brazuka e tudo aquilo que costuma trilhar o expediente do mangue. Pegue seu café, aperte o play e se gostar, compartilhe o trabalho na sua área. A firma agradece.

Alpha Steppa e High Public Sound unem forças no novo release do selo Steppa Records

Um ano depois de conceber pelo selo Steppa Records o disco Rooted and Grounted, o britânico Ben Alpha, mais conhecido pela alcunha de Alpha Steppa, se prepara para prensar outro release no dia 16/12. O próximo trabalho apresenta a parceria dele com a equipe paulistana High Public Sound System, um dos sistemas de som mais atuantes de todo o território nacional. A união entre os dois projetos resultou na trilha The River, que tem como carro chefe o single de mesmo nome, onde a cantora paulistana Melissa Sirks, a.k.a. I-Sarana, que significa refúgio no idioma sânscrito, solta a voz no microfone.

“A música nasceu dois dias antes do Reunion of Dub. Ela passou por alterações e desde o final do ano passado começamos a conversar para gravar o disco. Durante nossa última turnê pela Europa, em fevereiro e março deste ano, nos encontramos com Ben e fomos até o estúdio dele finalizar a trilha.”, explica Raunas (High Public Sound System).

Como todo bom lançamento do gênero, o registro também traz no lado b a versão adubada da canção original, que traz o cearense Marcio Felipe, o Dub Movement, comandando a escaleta. Você pode adquirir sua cópia física na pré-venda e colar nas apresentações marcadas para os dias 16, 17, 18 e 23 em São Paulo, Santo André, Curitiba e Poços de Caldas, respectivamente. Se tiver afim de entender melhor toda a situação, é só chegar nos players abaixo. Fique atento porque tanto Alpha Steppa, quanto High Public seguem mexendo o doce e em breve irão chegar com novas produções nas ruas.

Alpha Steppa | High Public Sound System

Loba Leoa, da Laylah, é o primeiro single do selo Feminine Hi-Fi. Ouça

Diminuímos o ritmo de postagens nas duas últimas semanas, mas já nos organizamos e vamos recuperar o tempo perdido a partir de agora. Dois nomes bem conhecidos da nossa matriz uniram forças e climatizam nosso ambiente nesta quarta-feira. A cantora Laylah, conhecida por aqui ao lado da banda Santa Groove, e o baile Feminini Hi Fi, que, agora, chega em formato de selo, desembarcam na maior categoria ao som do single Loba Leoa (Rugido Ecoa).

Assinada por Jeff Boto (Dubatak Records), a produção ainda traz Bruno Dupre na guitarra, Rica Caveman no baixo, Fabrício Elijah na percussão e Lucas Barreto no teclado. De acordo com o time envolvido no projeto, a faixa descreve o cenário de uma sessão sound system, mas também aborda a parte sensorial/sensitiva/sentimental que todo esse contexto traz para a alma e o coração das pessoas presentes em um desses eventos. Além de apresentar um olhar feminino sobre tudo isso e propagar a importância das mulheres envolvidas neste cenário, que muitas vezes são olhadas com desconfiança por questões de gênero. Vida longa ao trabalho. Chega no player porque a mensagem é importante.

Feminini Hi Fi | Laylah

Ouça na íntegra o excelente disco Jota 3 – Amplificado por Digitaldubs

Conhecemos o trabalho do carioca Jota 3 há pouco tempo. O primeiro som dele que ecoou aqui no mangue foi a faixa Balada do Justiceiro, que traz a produção assinada por uma das nossas preferências, o DigitalDubs. Depois da audição de estreia, saímos no garimpo à procura de outros trampos assinados por ele e demos de cara com a certeira produção Não Corte Seus Dreadlocks, de 2013, onde o cantor divide as linhas com o britânico Pablo Rider e solta a voz sobre a base produzida pelos manos da Groove Corporation (G-Corp).

O single Tempo de Revolução, lançado há quatro meses, chegou para dar a letra que o melhor ainda estava saindo do forno. Eis então que semana passada, mais precisamente na sexta-feira, o rasta concebeu o excelente disco Jota 3 – Amplificado por Digitaldubs. Além da parceria de longa data com o Sound System do Rio de Janeiro, o álbum ainda traz as lendas jamaicanas Sly & Robbie, mais BNegão, Jeru Banto, Pedro Seletor, Twilight Circus, Vibronics e grande elenco nas 10 canções da trilha.

A reunião desse time foi responsável por dar vida, na nossa humilde e sincera opinião, ao melhor lançamento brasileiro do ano em matéria de reggae. Delays, echos, reverbs e grave muito bem equalizados, batendo forte da primeira até a última tune. Além dessa capa louca demais, o registro ainda une boa música e mensagem consciente na mesma receita. Ajude na propagação chegando nos players, compartilhando o som aí na sua área e colando nos shows. Vida longa, Jota 3.

Jota 3

O produtor Maga Bo apresenta a nova música brasileira na Kafundó Mixtape. Ouça e baixe

Selo baseado na cidade do Rio de Janeiro, o Kafundó Records é PhD quando o assunto em pauta é a mistura das raízes sonoras brasileiras com a música digital feita em terras tupiniquins. O catálogo do selo traz nomes mais conhecidos como Baiana System, Lurdez da Luz, Sombra e Tropkillaz, além de excelentes artistas que não figuram com tanta frequência no mainstream, casos de FurmigaDub, Combo X, Chico Correa, Neguedmundo, Omulu, Radiola Serra Alta e por aí vai.

Um dos criadores da gravadora, o produtor/DJ Maga Bo, que divide a sociedade da firma com o mano SoundGoods, juntou vários representantes do time do label e mixou todos eles no play Kafundó Mixtape. DigitalDubs, DJ Tahira, Afrocidade, Pindura, Mauro Telefunk Soul, Anita Garybaldi, ÀTTØØXXÁ, Felix Lobato e Silvério Pessoa são alguns dos presentes na produção. Se vossa senhoria tiver afim de conhecer uma parte muito boa da nova sonoridade canarinho, chega mais no player e faça o download.

Kafundó Records

Curumin é o convidado da série de música jamaicana Jam Lab. Assista ao episódio

Um dos nossos canais preferidos do Youtube, o Jam Lab, convidou o mestre Curumin, uma das maiores referências do Mangroovee, para participar da sessão de número 10 do projeto. O laboratório de música jamaicana capitaneado pelo cientista Victor Rice também contou com as participações de Betão Aguiar no baixo, Saulo Duarte na guitarra e Cuca Ferreira no sax e na flauta.

A soma dos músicos resultou no instrumental Rainha da Folhagem, que pode – e deve – ser conferido por vossa senhoria no player abaixo. Nomes do peso de Buguinha Dub, Edu Satta Jah, Monkey Jhayam e Arthur Joly são alguns dos artistas convidados nos episódios anteriores. Já postamos alguns capítulos da saga aqui no site, mas caso você não tenha visto, chega na página deles porque vale muito a pena.

Jam Lab | Curumin

O afrobeat e a música jamaicana somam forças na obra de Dele Sosimi

Álbum idealizado pelo selo Wah Wah 45s, a versão adubada do disco You No Fit Touch Am in (2005), do britânico/nigeriano Dele Sosimi e da The Afrobeat Orchestra, traz o talento do cantor em novas versões boladas pelas mãos dos produtores ingleses Prince Fatty e Nostalgia 77. A dupla acima acrescentou pesadas doses de delay, echos e reverbs, deixando o groove da Mãe África ainda mais envolvente nas seis faixas que embalam o repertório do release lançado há três meses.

Responsável por comandar os teclados da banda Egypt 80, do Fela Kuti, Dele também contribuiu com o legado musical da família do mestre do afrobeat tocando no combo Positive Force, que acompanhava Femi Kuti, filho mais velho da lenda nigeriana. Depois de 1997, quando Fela partiu do mundão, Sossimi seguiu carreira solo e desde então já colocou nas ruas os trabalhos Turbulent Times (2002), Identity (2007), além do registro citado no primeiro parágrafo e alguns EPs.

Dele-Sosimi-Afrobeat-Orchestra

Vossa senhoria deve ter percebido que não faltou escola e boas referências na caminhada do músico, né? Então vamos chegar no melhor estilo compacto jamaicano e apresentar a original e a versão dub da trilha. É só encostar nos players e ver qual delas agrada mais aí desse lado. Afreeka!


Dele Sosimi

Programa Mangroovee 38: Kamau, Sharon Jones, The Bamboos, Victor Rice e Ebo Taylor

Se você acompanha nosso trampo, deve saber que quarta-feira é dia de invadirmos vosso rádio através do sinal da Educativa FM 106,7. E toda quinta nós colamos aqui na matriz e lá no site dos amigos do Hempadão com a edição da semana passada do Programa Mangroovee. Com texto, roteiro, edição e seleção do DJ Gusta, além da narração do Dárcio do Vale, o capítulo 38 da nossa saga traz lançamentos na conta de Sharon Jones & the Dap-Kings, Kamau, Quantic Music e Damian Marley, mas você também confere Digitaldubs, Ebo Taylor, Steve Black, The Bamboos, Lloyd Charmers, GUTS, Jennifer Lara, Victor Rice e L’Entourloop. É só sintonizar!