Programa Mangroovee: Amiri, Bonobo, Laylah & Santa Groove, Toinho Melodia e Darondo

Encostamos na sede da Rádio Educativa FM no dia 9 de novembro para embalar nossa sessão de número 44 com lançamentos de Bonobo, IFÁ, Camaleão Transparente & Iguana 3D, Síntese, Laylah & Santa Groove e Amiri. Mas também voltamos alguns anos para resgatar faixas assinadas por Darondo, Os Mojo Workers, The Gaylads, The Heptones, Toinho Melodia, Aline Calixto e Al Campbell. Reggae, blues, funk, soul, rap e muito mais em outra sessão de uma hora comandada pelo mangue. Boa viagem!

Programa Mangroovee

Boogie Naipe é o primeiro disco solo do Mano Brown. Ouça

Se voltarmos no tempo, mais precisamente no ano de 1990, chegamos até a data de lançamento do trampo Holocausto Urbano, álbum de estreia dos Racionais MC‘s. Naquela época, a Zimbabwe Records foi a gravadora responsável por colocar o histórico long play nas ruas e dar o ponta pé inicial para transformar o grupo paulistano no maior nome da história do rap nacional. Porém, antes de trabalhar em formato de selo e distribuir a boa música , a Zimbabwe era, ao lado de nomes como Black Mad e Chic Show, uma das principais equipes de som da cidade de São Paulo.

Embalando milhares de pessoas nos salões, os bailes blacks promovidos por esses times marcaram época na babilônia com apresentações de artistas do calibre de James Brown, Jorge Ben e Gerson King Combo. Foi exatamente nessas celebrações que Pedro Paulo, o Mano Brown, cresceu e se familiarizou cada vez mais com o movimento negro. Daí em diante ele não parou de absorver a sonoridade de várias lendas mundiais da música negra e, a partir dessas raízes sonoras, criou sua própria forma de fazer arte.

Concebido na sexta-feira passada, dia 09/12, o disco Boogie Naipe, primeiro registro solo do Brown, é recheado com tudo aquilo que ecoava das potentes caixas dos bailes da capital paulista. Ele chega rimando na categoria de sempre e falando sobre amor em batidas altamente influenciadas pelo funk/boogie/soul de Isaac Heys, Tim Maia, The Meters, Earth, Wind & Fire, Sandra de Sá, Rick James e Parliament. Bem naquele naipe “Meu melhor Marvin Gaye sabadão na marginal”, tá ligado(a)?

As 22 faixas presentes no repertório ainda trazem as participações de Lino Krizz, William Magalhães (Banda Black Rio), Ellen Oléria, Simoninha, Don Pixote, Seu Jorge, Hyldon, Max de Castro, Nelson Conceição, Carlos Dafé, Mara Nascimento, Dado Tristão e Leon Ware, camarada de milianos do Quincy Jones. Depois de apertar o play na intro Sinta-se Bem Com a Boogie Naipe, produção que abre os caminhos do disco, você irá conferir com os próprios tímpanos a qualidade do verdadeiro baile negro comandado pelo Mano Brown. Então vamos deixar de enrolação para vossa senhoria dichavar a obra completa. Também aproveitamos a deixa e colocamos na postagem a entrevista concedida por ele para a Revista Trip. É só colar.

Mano Brown

Programa Mangroovee #42: DV Tribo, Raphael Saadiq, Hiatus Kaiyote e Max Romeo

Boa tarde aí desse lado. Pode ficar totalmente à vontade e sintonizar os ouvidos no player abaixo para escutar Sabotage, DV, Hiatus Kaiyote, Raphael Saadiq, Charles Bradley, Rodrigo Ogi, Seu Pereira e Coletivo 401, Cabruêra, People Under The Stairs, Afu-Ra, Da Bush Babees, Peter Tosh, Burning Spear e Max Romeo.

A edição de número 42 do Programa Mangroovee chega em novo formato. Como vossa senhoria poderá conferir com os próprios tímpanos, agora, separamos a sessão por blocos. Chegamos com reggae, soul music, rap e música brasileira, além de tudo aquilo responsável por embalar nosso expediente em seis anos de caminhada. É só chegar no play, gente boa.

Ouça e faça o download do IJEX∆ FUNK ∆FRØBE∆T, disco de estreia do IFÁ

Nós atualizamos tanto nossa matriz com o trabalhos do IFÁ que talvez possa até parecer repetitivo aí desse lado as postagens sobre os trampos da banda. Você já conferiu aqui o EP em parceria com a cantora nigeriana Okwei Odili, os sons instrumentais nas edições do Programa Mangroovee e muito mais na nossa página do Facebook. Mas pode botar uma fé porque a qualidade da música dos caras é tão alta que nós continuaremos atentos aos novos registros para propagar cada vez mais o groove do combo baiano.

Então é óbvio que você iria acessar nosso endereço e dar de cara com a postagem do dia, que traz o primeiro disco assinado pelo grupo. Lançado na semana passada, o álbum IJEX∆ FUNK ∆FRØBE∆T embala vossa quinta-feira e antecipa o final de semana ao som de nove temas que mergulham nas sagradas águas desbravadas por Orchestre Poly Rythmo de Cotonou, Tony Allen, The JB’s Band e Sounds Library. Além do single Salva Dor, a trilha rouba a cena nas faixas Templo, que chega no melhor estilo Budos Band, nas canções Apaxe, Quintaessência, Rua da Caixa D`Água, Contra Golpe e Afro – Beat Vírus.

A seleção formada por Jorge Dubman (bateria), Átila Santtana (guitarra), Fabrício Mota (baixo), Prince Adammo (guitarra), Alexandre Espinheira (percussão), Normando Mendes (trompete), Juliano Oliveira (teclado), Vinícius Freitas (sax barítono e flauta) e Léo Couto (sax tenor e flauta) segue jogando bonito e marca mais um gol de placa. Vossa senhoria só precisa chegar no play e correr pro abraço ao som de um dos melhores lançamentos do ano. Link para download ao final do post. IFÁ NA FÉ, FÉ No GROOVE!

Download IJEX∆ FUNK ∆FRØBE∆T

Programa Mangroovee #41: NxWorries, Brookzill, Phonte, Os Ipanemas e Dynamic Four

Bom dia aí desse lado, gente boa. As últimas semanas têm sido bem corridas e não estamos conseguindo atualizar o site com a frequência de sempre, mas seguimos abastecendo a matriz quando sobra um tempo por aqui. A bola da vez na quinta-feira do mangue é o episódio de número 41 do Programa Mangroovee, que chega com lançamentos de Kaytranada, Syd the Kid, NxWorries, Aaron Abernathy, Black Milk, Phonte, Brookzill, Red Lion, Ingles, Makalister e Charlie e os Marretas. Além deles, também selecionamos Os Ipanemas, Dynamic Four, Lucas Santtana, Dert, Marcos Valle, Dennis Brown e Resonators. Naquele nosso famoso esquema de sempre: uma hora de música, sem intervalos. Chega no play!

Escute a nova versão de Isaac Heyes para a clássica Do Your Thing

O selo Now Again Records deixou a sexta-feira passada totalmente excelente ao disponibilizar uma nova gravação do mestre Isaac Heyes, um dos maiores nomes da música negra mundial. Gravado no distante ano de 1971, o até então inédito registro da clássica faixa Do Your Thing traz mista Heyes ao lado da banda The Bar Kays em uma jam session de 22 minutos pautados por pesadas doses de funk, psicodelia e bastante improviso.

Envolvido nos bastidores do lançamento do release, o Madlib mandou avisar ali pela área do Rappcats que o disco começa a ser vendido no próximo dia 25 e ainda vai chegar com a segunda parte do registro, além de uma faixa bônus instrumental. Enquanto sexta-feira não chega para você arrematar a pepita, vossa senhoria pode conferir a faixa presente no lado A do long play aqui na matriz do mangue, mais precisamente no player abaixo. Vai na fé!

Now Again Records | Rappcats

Now Again Records | Rappcats

O Azymuth voltou. Confira o trio brasileiro em dois singles do próximo disco, Fênix

Tarada pelo groove tupiniquim, a gravadora britânica Far Out Recordings vem atualizando há cerca de um mês as redes sociais do selo com novidades sobre o próximo trabalho do trio Azymuth. O canal do YouTube já foi abastecido com os singles Vila Mariana – Pela Madrugada e Fênix, que é a faixa responsável por batizar o novo álbum, além de um vídeo teaser sobre a obra.

Após o falecimento do maestro José Roberto Bertrami, em 2012, os integrantes Ivan Conti e Alex Malheiros convidaram o músico Kiko Continentino para completar o time. Neste exato momento, enquanto você acompanha esta postagem, o Azymuth roda a Europa desde o último dia 28 e apresenta com a elegância de sempre o repertório completo para os gringos. Como, infelizmente, eles ainda não desembarcaram no Brasil com a pepita, você pode escutar os dois sons nos players e marretar sua cópia física na pré-venda – link ao final do post.

Fênix – Pré-Venda

Programa Mangroovee #39: Aláfia, BaianaSystem, Mos Def, Chico Science e Paulo César Pinheiro

Passamos duas semanas sem atualizar a matriz com nossa sessão na Rádio Educativa porque tinham alguns outros trampos na frente. Porém, o trabalho em parceria encomendado pela estação rio-pretense continua a todo vapor e colamos agora por aqui com o programa de número 39, que foi ao ar no dia 14 de setembro.

Tita Lima, Paulo César Pinheiro, Aláfia, BaianaSystem, Chico Science e Nação Zumbi, The Apples, Zudizilla, Dirty Lion, Pok Sombra, Mos Def, Isaiah Rashad, O.C.L.A. e Criolo foram os responsáveis por climatizar a área da nossa cidade. Chega no play e compartilhe o registro para fortalecer o mangue.

Escute o excelente EP de estreia do combo Laylah & Santa Groove

O ano de 2016 vem sendo movimentado para a paulistana Laylah. Depois de tirar do forno o disco solo Amalgama e iniciar os trabalhos á frente do baile Feminine Hi Fi, ela acaba de lançar com a banda Santa Groove o EP homônimo deles. Além da cantora, o combo é formado por André Pilpo na bateria, Duane Bin Nogueira no baixo, Guilherme Gasa na guitarra, Victor Fão no trombone, Daniel Lupo no trompete, Kiko Bonato no saxofone tenor, Rafael Bira na percussão e Tiago Canzian nos teclados.

A gente já tinha escutado o single Sexta, que foi ao ar em uma das edições do nosso programa, e estávamos ansiosos para conferir o resultado completo. A trilha ainda traz mais seis faixas que passeiam por todos os gêneros sonoros preferidos do mangue. Samba, soul music, afrobeat, rap, funk e jazz embalam o repertório e fazem a audição fluir naturalmente. Gostamos da trilha completa, mas principalmente das músicas Acontece, Alaranjar, Madiba e o instrumental This is Santa Groove (A Padroeira).

laylah-e-santa-groove

Muito louco ver um trabalho dessa qualidade sendo lançado de maneira totalmente independente. Depois de escutar o registro completo, entre na página dos caras e veja como vossa senhoria pode apoiar a correria deles. Cole no show, compre o disco físico e/ou compartilhe o som aí na sua área. Vale a pena.

Laylah & Santa Groove

Confira o DJ Mu, do Fat Freddy´s Drop, mostrando seus discos preferidos na série The Mixtape

Já tivemos a chance de assistir à apresentação do Fat Freddy´s Drop e podemos garantir que o DJ Mu, reponsável por comandar a mesa de som e todos os efeitos disparados no excelente live da banda, tem tudo sob controle. Ele foi convidado pela Rádio NZ National Music, da Nova Zelândia, para participar da série The Mixtape, onde você confere uma entrevista com o deejay e uma amostra dos discos preferidos dele. Da mesma forma que o som do FFD passeia por elementos do reggae, dub, funk, rap e soul, a coleção do Mu também apresenta vários gêneros. Public Enemy, Luciano, Stevie Wonder, Four Tet, Talking Heads e muito mais.

Radio NZ National Music | Fat Freddy´s Drop