Mangroovee no Ar #61: Diana, MF Doom, Black Rio, Q-Tip, Gorillaz e Planet Asia

Tá cada vez mais embaçado encontrar tempo para seguirmos atualizando nossa matriz, mas estamos dando um jeito de sempre passar aqui para deixar você por dentro de pelo menos uma parte daquilo que passa pelo radar do mangue em matéria de som. E, no meio de toda essa correria, quem nos ajudou foi a nossa amiga Mary G, que ficou na missão de montar a seleção do episódio #61 do Mangroovee no Ar. A deejay paulistana selecionou Greyboy, Chop Juggler, Apollo Brow, Planet Asia, Pete Rock & CL Smooth, Damu The Fudgemunk, MF Doom, Gorillaz, Q-Tip, Sérgio Mendes, Moacir Santos, Diana, Black Rio, Dizzie Gillespie, C+C Factory Music, Quantic, Senior Soul e DV Tribo. Chega mais no player abaixo para conferir mais uma sessão da saga comandada pelo Mangroovee na Rádio Educativa FM 106,7. Se você gostar, nos ajude a propagar a boa música compartilhando o trampo ai na sua área.


Mangroovee no Ar | Mary G

Escute o EP Antes dos Gigantes Chegarem Vol. 1, novo lançamento assinado pelo BK´

O carioca Abebe Bikila, mais conhecido como BK’, aliviou um pouco a curiosidade de todos que chapam em um bom rap e estão aguardando ansiosamente o segundo disco da carreira dele. Tudo isso porque a última madrugada foi marcada pelo lançamento do EP Antes dos Gigantes Chegaram Vol. 1, onde o integrante do Bloco 7 apresenta as músicas Top Boys, Take Your Little Vision e Deus das Ruas em formato de vídeo. Com rimas foras do padrão que impera no cenário tupiniquim, o membro do grupo Néctar Gang desliza a levada de maneira natural tanto no trap quanto no boom bap, e comprova mais uma vez porque é um dos melhores nomes da nova geração. Enquanto o próximo álbum do Ekelele Flow não chega, pegue sua visãozinha e aperte o play abaixo porque o trabalho do BK´ merece vossa atenção.



BK´

Abra os caminhos escutando o EP Sete Flechas, primeiro trabalho solo do Drop

Depois de aparecer na mixtape Casa Cheia;Coletivando Reflexões, do Reticência, e no álbum IndiviDUAL, ao lado do Benfa, João Lucas Sanches, ou apenas Drop, continua trilhando a ordem natural dos acontecimentos e demonstra muita evolução em todo o repertório do mais recente release despachado pelo selo Três Pontos Records. Batizado como Sete Flechas, o primeiro EP do emcee apresenta um conceito muito bem amarrado de ponta a ponta e abre os caminhos com o lendário Tião Carreiro mandando o recado em alto e bom som: “O meu nome é Sete Flechas, nó que eu do ninguém desata”.

Natural de São José do Rio Preto, no interior de São Paulo, o rimador segue a meta de corpo fechado para disparar outras seis flechas que ditam o ritmo com produções na conta de Eric Beatz, Coleti, JXLL e Benfa, além das participações de Lil Styla e DJ Basim. Independente da base ser boom bap ou trap, o integrante do coletivo A Farpa deixa o clima ainda mais quente em Rio Preto deslizando a levada com muita habilidade em todos os sons presentes no registro, onde ele relata como a correria diária de vários anos possibilitou o lançamento da trilha em questão.

Assinada por Matheus Mattos, a arte da capa reforça novamente a identidade da obra trazendo todas as flechas riscadas no chão da zona rural do noroeste paulista. Esse caráter espiritual entre o rio-pretense e a música também é responsável por fechar a audição do EP, que amarra de vez o nó ao som dos sagrados tambores da Curimba e com o próprio Caboclo Sete Fechas passando a real visão de toda a situação. Como Drop já dá a letra nos versos da faixa Interior, o novo trabalho sai diretamente do interior para o interior de cada ser. Então aperte o play e seja muito bem vindo ao mundo do EP Sete Flechas. Axé!

Três Pontos Records

Mangroovee no Ar #60: Baco, OQuadro, Bivolt, Flora, Tony Allen e Nina Girassóis

Ontem comandamos novamente o som na Educativa Fm 106,7, estação de São José do Rio Preto, no interior de São Paulo, em mais uma edição do Mangroovee no Ar. Selecionamos lançamentos na conta de OQuadro, Emicida, Baco Exu do Blues, Flora Matos, Bivolt, NP Vocal, Nina Girassóis (Feminine Hi-Fi), Eva Lazarus, Mungo’s Hi Fi, Damian Marley, BaianaSystem e Tony Allen. Além das boas novas, também reviramos nossos arquivos e garimpamos músicas assinadas por Gustavo Dread, Matumbi, Neno Exporta Som e Antonio Carlos & Jocafi. Roteiro, texto, seleção e edição por DJ Mangue e narração na voz de Dárcio do Valle. Se quiser conferir os sons que embalaram a sessão, é só apertar o play abaixo. Original Mangroovee.

Escute a música Sangue de Free, do Black Alien, na versão reggae feita pelo DJ DvBz

Nos identificamos com o trampo do deejay DvBz, o Digital Vagabondz, desde quando ele comandava os toca-discos na clássica festa Seleta Coletiva, baile feito pelo Instituto no finado Studio SP entre 2009 e 2011. Já atualizamos o Mangroovee com várias mixtapes do DJ, mas agora ele chega apresentando mista Black Alien ina reggae style na dubplate da faixa Sangue de Free, que na versão original traz o beat assinado pelo Bolin. O mestre Gustavo de Nikiti chega com a naturalidade de sempre rimando sobre o riddim e dropa mais uma bomba no outside das águas jamaicanas. Você só precisa apertar o play…

Black Alien | DJ DvBz

OQuadro e Emicida tiram muita onda no novo single do projeto Conexões Sonoras. Confira

Na clássica faixa Evolui, presente no disco homônimo lançado em 2012 pela banda OQuadro, o grupo baiano manda o seguinte recado: “Bem aventurados os que não morrem estagnados, benditos sejam os que evoluem”. E você pode botar uma fé que a banda oriunda da cidade de Ilhéus, na Bahia, não fica nem um pouco acomodada e segue firme e forte em busca de crescimento. O single Muita Onda, novo trabalho lançado pelo combo na última terça-feira, é mais uma prova da constante evolução dos manos. A faixa abre os caminhos com um riff de guitarra pesado, na sequência a cozinha toda entra no instrumental e faz a cama perfeita para os emcees Freeza e Jef deslizarem o flow ao lado do sempre certeiro Emicida. Música independente nacional da melhor qualidade. Nos identificamos demais com o som dos baianos. Encoste no player abaixo e tire suas próprias conclusões. É muita onda!

OQuadro | Emicida

Conheça os beats do produtor Chop Juggler no excelente álbum More Is Less

Depois da estreia no EP Diggasmic, lançado em 2015 pela gravadora Cult Classic Records, o produtor grego Chop Juggler uniu forças com o label Cold Busted, de Los Angeles, e dropou o primeiro álbum assinado por ele. Despachado pelo selo da terra do Tio Sam no ano passado, o disco More Is Less chegou ás prateleiras do mundão naquele nosso modelo preferido de acetato, mas também veio disponível em formato de CD e download digital.

Seguindo aquela infalível receita carregada de ingredientes do rap, funk e jazz, o beatmaker da cidade de Atenas, na Grécia, cozinhou tudo em fogo baixo e deu aquele talento nas máquinas para timbrar os instrumentais que embalam a sessão na maciota. Além disso, nosso mano Chop recortou e colocou o discurso do grande pensador Pepe Mujica na introdução da faixa Money Cant Buy Time. Gostaríamos de mandar um salve especial ao canal do Youtube ProvocativeEducative !, que foi onde garimpamos esse e vários outros registros que embalam o expediente do Mangroovee. Se você gostar do som presente no player abaixo, encoste no link ao final do post porque ainda restam quatro discos na BandCamp da Cold Busted, ou então garanta sua versão virtual por sete doletas.

Chop Juggler | Cold Busted

Rap, funk, jazz e brazuca embalam a mix Marytape #1, da DJ Mary G. Ouça

Residente da festa Jazzkate e idealizadora da celebração Unity, ambas da cidade de São Paulo, a deejay Mary G. colou na última edição do nosso baile Chumbo Grosso e não deixou ninguém parado no salão. Se você ainda não teve a chance de ver a paulistana em ação nos toca-discos, a boa é chegar no player abaixo para escutar a produção Marytape #1, onde ela gira nomes como Anderson Paak, Groover Brookzill, Washington Jr, Jamés Ventura, Miles Davis, Oshun, Mano Brown, Jay Dilla, Erikah Badu, Childish Gambino, Jurassic 5, Jay Z e muito mais em 42 minutos de som. “Aos guardinhas da mixagem, ouçam de coração aberto. Fiz o melhor que consegui no tempo que tinha. Aos amantes da boa música, aproveitem. Espero que curtam.”

DJ Mary G.

O DJ BeatPete dichava a obra da dupla Madvillain na mixtape Illest Villains. Ouça

Integrante da gravadora Mellow Orange, selo capitaneado pelo produtor Freddie Joachim, e um dos responsáveis pelo baile Backyard Joints, festa baseada na cidade de Berlin, na Alemanha, o deejay BeatPete é a bola da vez aqui no mangue. Dono de um dos melhores perfis do SoundCloud quando o assunto é mixtape, o alemão tem uma vasta coleção de vinil e sempre assina diferentes produções embaladas exclusivamente pelos discos. Se você garimpar mais sobre o trampo dele, vai encontrar desde um play em tributo ao beatmaker Kan Kick até uma trilha inteira gravada dos toca-discos para o tape deck.

Caso vossa senhoria não queira ir tão longe assim na pesquisa, é só escutar a última homenagem sonora feita pelo DJ, onde ele dichava a obra da dupla Madvillain (Madlib e MF DOOM) na trilha Illest Villains. Além de várias faixas dos dois vilões, BeatPete também resgata sons de Howard Lucraft, Foster Sylvers, Maria Bethânia, Osmar Milito, Matthew Larkin Cassell, Gentle Giant e Bill Evans, que foram alguns dos artistas sampleados nos álbuns MadvillainyMadvillainy 2 – Madlib Remixes. É só apertar o play abaixo e fazer a lição de casa.

BeatPete

Assinada pelo DJ Mangue, Brasil com S é a nova mixtape do Mangroovee. Ouça e baixe

Após colocarmos na rede os dois volumes da série Onda, é com imensa satisfação que encostamos aqui na matriz para avisar vossa senhoria que o novo trampo do Mangroovee tá no ar. Assinada pelo DJ Mangue, também conhecido em um passado recente como Gusta, a mixtape Brasil com S embala seu radinho somente com músicas brasileiras mocadas. Iniciamos a viagem por terras brasilis com o malungo Chico Science passando a visão na introdução, depois você confere faixas assinadas por Projetonave, Red Lion, Síntese, OQuadro, Combo X, Alienação AfroFuturista, Eskrúpulos, YOka, Indigesto, Tatiana Bispo e 3 Pilares, além de uma dubplate especial preparada pelos camaradas Digitaldubs e Jota 3.

Você só precisa garantir o café preto aí desse lado e apertar o play abaixo para escutar mais uma trilha despachada pelo nosso selo. A arte ficou na conta do nosso irmão Matheus Mattos, que também é responsável por desenvolver todas as artes dos bailes e outras ações realizadas pela firma. Muito obrigado a todo mundo que fortalece nosso corre. Original Mangroovee.

DJ Mangue