OQuadro e Emicida tiram muita onda no novo single do projeto Conexões Sonoras. Confira

Na clássica faixa Evolui, presente no disco homônimo lançado em 2012 pela banda OQuadro, o grupo baiano manda o seguinte recado: “Bem aventurados os que não morrem estagnados, benditos sejam os que evoluem”. E você pode botar uma fé que a banda oriunda da cidade de Ilhéus, na Bahia, não fica nem um pouco acomodada e segue firme e forte em busca de crescimento. O single Muita Onda, novo trabalho lançado pelo combo na última terça-feira, é mais uma prova da constante evolução dos manos. A faixa abre os caminhos com um riff de guitarra pesado, na sequência a cozinha toda entra no instrumental e faz a cama perfeita para os emcees Freeza e Jef deslizarem o flow ao lado do sempre certeiro Emicida. Música independente nacional da melhor qualidade. Nos identificamos demais com o som dos baianos. Encoste no player abaixo e tire suas próprias conclusões. É muita onda!

OQuadro | Emicida

BaianaSystem soma forças com Titica e Margareth Menezes no single Capim Guiné. Assista ao vídeo

O BaianaSystem segue trabalhando pesado e acabou de colocar na rede o excelente clipe do som Capim Guiné, onde o combo aparece ao lado de Margareth Menezes e da angolana Titica. Dirigido por Cartaxo e Bezerra, o vídeo é mais um trabalho audiovisual cabuloso do grupo de Salvador, que mantem o alto nível tanto no som quanto nos projetos gráficos desde o primeiro álbum de estúdio, de 2011. Lançada hoje de manhã no canal da banda, a produção em questão prova novamente que Russo Passapusso, Robertinho Barretto, Seko Bass e companhia gostam de transitar por diferentes gêneros musicais e, talvez, seja exatamente isso que faz o projeto ser um dos melhores da atual música brasileira. Se você tiver afim de conferir o Baiana se aventurando pelas terras do Kuduro, chega no play abaixo porque vale a pena.

BaianaSystem | Titica | Margareth Menezes

Assista ao documentário SOSEK para conhecer melhor o trabalho do artista paulistano

Com direção assinada por André Ferezini, mesmo diretor do filme sobre o tatuador Jun Matsui, o documentário SOSEK retrata um pouco da trajetória do paulistano Kadu Doy, mais conhecido nas avenidas e muros de São Paulo pelos vulgos Sosek e Pifo. Filmado basicamente no Glicério e na região central da capital paulista, o curta-metragem traz uma trilha embalada por beats de Sono TWS, Abud, Cesrv e Mjp, e aborda a história pessoal e a evolução acumulada pelo artista que já tem duas décadas de caminhada com as tintas nas mãos. Vale a pena você tirar 12 minutos do seu dia para conhecer melhor um dos trampos mais originais do Brasil quando o assunto em pauta é arte de rua.

Andre Ferezini | SOSEK

Pouca marra e muita ideia na entrevista do Ordem Natural para O Fino da Zica. Confira

Um dos canais brasileiros no Youtube com o qual mais nos identificamos, O Fino da Zica apresenta conteúdo interessante em todas as produções e entrevista vários nomes que passam despercebido pela grande mídia tupiniquim, mas que são muito melhores do que a maioria da rapaziada cheia de views na rede. Síntese, Lay, Sombra, Ogi, Amiri, Lívia Cruz, Edgar, Rico Dalasan, Inglês e Rincon Sapiência são alguns dos artistas em pauta na página deles. Semana passada foi a vez do Ordem Natural, representado por Lum, Gato Congelado e DJ Mako, colar no QG dos manos e trocar várias ideias sobre música, vivência, letras, Quinto Andar, entre outros temas. O título acima é sobre o vídeo onde eles falam sobre o lendário coletivo de rap formado também por Matéria Prima, Marechal, Shaw, De Leve e DJ Castro, mas aproveitamos a postagem e também colocamos aqui os outros três quadros que o Fino da Zica fez com o trio. Pouca marra e muita ideia, que é o que tá em falta na cena. Vale a pena chegar no play




Ordem Natural | O Fino da Zica

Os produtores Abud, Sacolão, SonoTWS e Tiago Frúgoli participam do doc BEAT. Assista

Produzido, entre agosto de 2016 e junho de 2017, por Rodrigo Tamassia, o filme BEAT: Um Documentário apresenta entrevistas e acompanha o processo criativo de quatro produtores do estado de São Paulo. Representante da cidade de Jundiaí, o amigo Sono TWS (Tired Of People) aparece ao lado dos paulistanos Tiago Frúgoli (Ukiyo Beat Tapes), Sacolão Beats e Abud (Beatwise Recordings). O diretor ainda aproveitou as sessões de gravações e deixou a trilha sonora da produção na conta do quarteto em questão. Indicamos que vossa senhoria não deixe de apertar o play abaixo para fortalecer a cultura e, de quebra, conhecer melhor o trabalho dos caras. Quatro nomes independentes que criaram o próprio mercado e trabalham pesado na distribuição da boa música. Filme altamente recomendado pelo mangue.

Abud | Rodrigo Tamassia | Sacolão | Sono TWS | Tiago Frúgoli

Assista ao show completo do Bixiga 70 no Festival Jazz a Vienne, na França

O super combo Bixiga 70, que lançou no mês passado o excelente single Primeiramente, está neste exato momento representando o Brasil em terras europeias. A banda paulistana segue ministrando verdadeiras aulas em matéria de música africana e todas suas vertentes pelos palcos do velho continente. Países como Espanha, Alemanha e Bélgica são alguns dos destinos do grupo, que vem deixando os gringos cada vez mais chapados no groove brasileiro. Se você quiser conferir como não estamos falando besteira, é só apertar o player abaixo para assistir, na íntegra, o show dos manos no último dia 13 no Festival Jazz a Vienne, na França. Mil Vidas, Kalimba, Deixa a Gira Girá, 100% 13, Balboa Dub, Morte do Vaqueiro e muito mais no repertório. Aproveita!

Bixiga 70

Muita ideia pra trocar. Confira a entrevista de duas horas dos Racionais MC´s na RBMA

Brasil colônia, início do grupo, treta na Praça da Sé, discografia, próximos planos e o trabalho desenvolvido nos bastidores do rap nacional foram alguns dos temas debatidos na ideia trocada entre os Racionais MC´s e o jornalista André Caramante (Ponte Jornalismo) na Red Bull Music Academy, em São Paulo. Mano Brown, Ice Blue, Edi Rock e KL Jay abriram uma rara exceção para o festival idealizado pela marca de energético e concederam uma entrevista histórica, que foi transmitida ao vivo na página do evento no Facebook. Se você não conseguiu assistir na oportunidade em questão, pode ficar tranquilx porque já deram um jeito de colocar toda a conversa no famigerado YouTube. Então pode passar o café aí desse lado e aperte o play abaixo para conferir a visão dos quatro pretos mais perigosos do Brasil. Caso você esteja na capital paulista, não deixe de prestigiar o RBMA e, de quebra, visitar a exposição Três Décadas de História, que celebra 30 anos do maior fenômeno do rap tupiniquim.

*a entrevista começa aos 10 minutos e 37 segundos de vídeo.

Racionais MC´s | Red Bull Music Academy

Escute e baixe o novo disco do Curumin, Boca

Vem sendo embaçado atualizar o site com a frequência de sempre durante o mês de maio, mas nosso radar continua ligado para não deixar passar alguns lançamentos que são aguardados aqui no expediente do mangue. Os registros Boca, do mestre Curumin, e Galanga Livre, do ponta de lança Rincon Sapiência, saíram na semana passada e estavam na nossa lista há bastante tempo. O primeiro deles embala vossa tarde de segunda-feira ao som de 13 músicas assinadas por Luciano Nakata Albuquerque, que não chegava com faixas inéditas desde o disco Arrocha, de 2012.

Ao lado dos camaradas de longa data Lucas Martins e Zé Nigro, Curumin cuidou de toda a produção musical da trilha, que também traz as colaborações de Russo Passapusso, Indee Stylah, Rico Dalassam, Anelis Assumpção, Andrea Dias, Max B.O. e Iara Reno. Assim como em toda a obra do paulistano, Boca é mais uma prova de que o cantor/multi-instrumentista não fica na zona de conforto e consegue sair dela com muita naturalidade em busca de novas sonoridades. Ele se reinventa outra vez com uma receita balanceada por instrumentos orgânicos e produções digitais, diversas experimentações de estúdio, vários elementos das raízes sonoras tupiniquins e letras que refletem bastante sobre o nebuloso momento do país.

Entre todos os sons presentes na pepita, destacamos Bora Passear, Paçoca, Terrível, Tramela, Boca Cheia e Prata, ferro, prata. Encoste no player abaixo para conferir outra iguaria preparada com selecionados ingredientes pelo chefe  nipo-brasileiro. Caso você ache louco, acesse o site da Natura Musical – link ao final do post – e faça o download da sua cópia virtual. Vida longa, Curuma.

CuruminNatura Musical

Ronald Rios entrevista o produtor Nave na websérie Rap Cru

Comandada pelo Ronald Rios, a série Rap Cru é, ao lado de produções como Programa Freestyle e Quado em Branco, uma das melhores atrações da rede em matéria de rap nacional. O ex-integrante do CQC já entrevistou Rodrigo Ogi, Emicida, Kamau, Thaíde, entre outros, além de dedicar alguns episódios falando sobre clássicos assinados por Wu-Tang Clan, Kanie West e Notorius BIG. O mais recente episódio da saga apresenta o carioca trocando ideia com o produtor Nave, que faz parte do excelente duo Savave e coleciona trabalhos com Marcelo D2, Karol Conka, Flora Matos, Rael e grande elenco. O Ronald entende sobre o que tá falando e desenrola dahora a ideia com o curitibano. Aperte o play para conhecer melhor a história de um dos melhores produtores do país.

Rap Cru

Escute na íntegra o álbum Return To The 37th Chamber, novo disco do projeto El Michels Affair

Firma responsável por distribuir trabalhos da qualidade de Lee Fields & The Expression e Bacao Rythm & Steel Band, o selo Big Crown Records lançou recentemente, mais especificamente no dia 14 de abril, o disco Return To The 37th Chamber,do El Michels Affair. Como o próprio nome já da a letra, o álbum é a continuidade do registro Enter The 37th Chamber, de 2009, e marca a volta do multi-instrumentista Leon Michels à frente do projeto. Integrante do grupo Menahan Street Band e acostumado a colaborar com artistas do calibre de Sharon Jones e Aloe Blacc, o músico entrega novamente outro excelente registro pautado por versões inéditas para instrumentais do Wu-Tang Clan. 

Disponível em quatro opções diferentes de artes, o vinil traz participações de Lee Fields e Lady Wray , e ainda embala a viagem com metais, guitarras e, é claro, tradicionais instrumentos chineses, que é marca registrada na sonoridade do WU.  Entre as 13 canções do repertório, destacamos as novas interpretações para Snake, do Ol Dirty Bastard, e Verbal Intercourse, do Raekwon, Pork Chop Express e 4th Chambers, além do vídeo do single Iron Man – disponível no player abaixo.  Você pode – e deve –  conferir o trabalho na íntegra e assistir ao trailer da trilha. Se quiser ter o material na sua coleção, é só escolher vosso formato preferido e correr pro abraço.



El Michels Affair | Big Crow Records