Beats, Brazuka, Música, Rap

Rincon Sapiência mantém a elegância no primeiro álbum da carreira, Galanga Livre

A maioria do novo público do rap nacional ainda não tava por dentro do trabalho do Rincon Sapiência até o final do ano passado, quando ele lançou o vídeo de Ponta de Lança (Verso Livre). Mas é fato consumado que o Manicongo já servia música da melhor qualidade há bastante tempo. Basta vossa senhoria conferir como ele roubou a cena na faixa Porque Eu Rimo, presente no clássico disco Non Ducor Duco, lançado em 2008 pelo Kamau. Além do hit Elegância, de 2010, onde o emcee paulistano fez muito barulho na época com o clipe dirigido pela produtora Porqueeu Filmes.

De lá pra cá, Rincon ainda soltou excelentes faixas como Linhas de Soco e Andar Com Fé, participou da websérie Estamos Vivos, do KL Jay, e foi preparando o terreno para o álbum de estreia com singles do peso de A Coisa Tá Preta, Ostentação à Pobreza e Meu Bloco. Depois de ensaiar todas as jogadas e deixar o esquema tático redondo, chegou a hora do Sapiência, que jogou nas categorias de base da Portuguesa, entrar em campo na última quinta-feira com o primeiro disco da carreira, Galanga Livre.

Lançado pelo selo Boia Fria Produções, o álbum traz direção musical do mestre William Magalhães (Banda Black Rio) e apresenta o protagonista da história deixando a coisa cada vez mais preta em cada uma das 13 produções do repertório. O rapper oriundo da Cohab 1, bairro localizado na Zona Leste da capital paulista, chega ácido que nem brisa de hippie e desliza a levada sobre bases que trazem referências do blues, trap, afrobeat, afoxé, samba, entre outros. Como se isso não fosse o bastante, Sapiência também faz jus ao apelido canetando linhas relevantes que colocam o dedo em várias feridas do Brasil colônia.

Não sabemos aí desse lado, mas pelo menos aqui no nosso expediente as tracks Crime Bárbaro, Vida Longa, A Volta Pra Casa, Moça Namoradeira, Ponta de Lança e A Coisa Tá Preta são nossas preferidas. Musicalidade que vai muito além do universo do rap nacional. Você só precisa apertar o play abaixo para escutar o disco na íntegra e se gostar, faça o download ao final do post. Tá fácil demais. Aproveita…





Rincon Sapiência | Download Galanga Livre

Jumú

Post AnteriorPróximo Post