OQuadro e Emicida tiram muita onda no novo single do projeto Conexões Sonoras. Confira

Na clássica faixa Evolui, presente no disco homônimo lançado em 2012 pela banda OQuadro, o grupo baiano manda o seguinte recado: “Bem aventurados os que não morrem estagnados, benditos sejam os que evoluem”. E você pode botar uma fé que a banda oriunda da cidade de Ilhéus, na Bahia, não fica nem um pouco acomodada e segue firme e forte em busca de crescimento. O single Muita Onda, novo trabalho lançado pelo combo na última terça-feira, é mais uma prova da constante evolução dos manos. A faixa abre os caminhos com um riff de guitarra pesado, na sequência a cozinha toda entra no instrumental e faz a cama perfeita para os emcees Freeza e Jef deslizarem o flow ao lado do sempre certeiro Emicida. Música independente nacional da melhor qualidade. Nos identificamos demais com o som dos baianos. Encoste no player abaixo e tire suas próprias conclusões. É muita onda!

OQuadro | Emicida

Conheça os beats do produtor Chop Juggler no excelente álbum More Is Less

Depois da estreia no EP Diggasmic, lançado em 2015 pela gravadora Cult Classic Records, o produtor grego Chop Juggler uniu forças com o label Cold Busted, de Los Angeles, e dropou o primeiro álbum assinado por ele. Despachado pelo selo da terra do Tio Sam no ano passado, o disco More Is Less chegou ás prateleiras do mundão naquele nosso modelo preferido de acetato, mas também veio disponível em formato de CD e download digital.

Seguindo aquela infalível receita carregada de ingredientes do rap, funk e jazz, o beatmaker da cidade de Atenas, na Grécia, cozinhou tudo em fogo baixo e deu aquele talento nas máquinas para timbrar os instrumentais que embalam a sessão na maciota. Além disso, nosso mano Chop recortou e colocou o discurso do grande pensador Pepe Mujica na introdução da faixa Money Cant Buy Time. Gostaríamos de mandar um salve especial ao canal do Youtube ProvocativeEducative !, que foi onde garimpamos esse e vários outros registros que embalam o expediente do Mangroovee. Se você gostar do som presente no player abaixo, encoste no link ao final do post porque ainda restam quatro discos na BandCamp da Cold Busted, ou então garanta sua versão virtual por sete doletas.

Chop Juggler | Cold Busted

BaianaSystem soma forças com Titica e Margareth Menezes no single Capim Guiné. Assista ao vídeo

O BaianaSystem segue trabalhando pesado e acabou de colocar na rede o excelente clipe do som Capim Guiné, onde o combo aparece ao lado de Margareth Menezes e da angolana Titica. Dirigido por Cartaxo e Bezerra, o vídeo é mais um trabalho audiovisual cabuloso do grupo de Salvador, que mantem o alto nível tanto no som quanto nos projetos gráficos desde o primeiro álbum de estúdio, de 2011. Lançada hoje de manhã no canal da banda, a produção em questão prova novamente que Russo Passapusso, Robertinho Barretto, Seko Bass e companhia gostam de transitar por diferentes gêneros musicais e, talvez, seja exatamente isso que faz o projeto ser um dos melhores da atual música brasileira. Se você tiver afim de conferir o Baiana se aventurando pelas terras do Kuduro, chega no play abaixo porque vale a pena.

BaianaSystem | Titica | Margareth Menezes

Rap, funk, jazz e brazuca embalam a mix Marytape #1, da DJ Mary G. Ouça

Residente da festa Jazzkate e idealizadora da celebração Unity, ambas da cidade de São Paulo, a deejay Mary G. colou na última edição do nosso baile Chumbo Grosso e não deixou ninguém parado no salão. Se você ainda não teve a chance de ver a paulistana em ação nos toca-discos, a boa é chegar no player abaixo para escutar a produção Marytape #1, onde ela gira nomes como Anderson Paak, Groover Brookzill, Washington Jr, Jamés Ventura, Miles Davis, Oshun, Mano Brown, Jay Dilla, Erikah Badu, Childish Gambino, Jurassic 5, Jay Z e muito mais em 42 minutos de som. “Aos guardinhas da mixagem, ouçam de coração aberto. Fiz o melhor que consegui no tempo que tinha. Aos amantes da boa música, aproveitem. Espero que curtam.”

DJ Mary G.

O DJ BeatPete dichava a obra da dupla Madvillain na mixtape Illest Villains. Ouça

Integrante da gravadora Mellow Orange, selo capitaneado pelo produtor Freddie Joachim, e um dos responsáveis pelo baile Backyard Joints, festa baseada na cidade de Berlin, na Alemanha, o deejay BeatPete é a bola da vez aqui no mangue. Dono de um dos melhores perfis do SoundCloud quando o assunto é mixtape, o alemão tem uma vasta coleção de vinil e sempre assina diferentes produções embaladas exclusivamente pelos discos. Se você garimpar mais sobre o trampo dele, vai encontrar desde um play em tributo ao beatmaker Kan Kick até uma trilha inteira gravada dos toca-discos para o tape deck.

Caso vossa senhoria não queira ir tão longe assim na pesquisa, é só escutar a última homenagem sonora feita pelo DJ, onde ele dichava a obra da dupla Madvillain (Madlib e MF DOOM) na trilha Illest Villains. Além de várias faixas dos dois vilões, BeatPete também resgata sons de Howard Lucraft, Foster Sylvers, Maria Bethânia, Osmar Milito, Matthew Larkin Cassell, Gentle Giant e Bill Evans, que foram alguns dos artistas sampleados nos álbuns MadvillainyMadvillainy 2 – Madlib Remixes. É só apertar o play abaixo e fazer a lição de casa.

BeatPete

A cantora Nina Girassóis estreia pelo selo Feminine Hi Fi no single Resound. Ouça

Depois da estreia em formato de selo no lançamento da faixa Loba Leoa, da Laylah Arruda, o coletivo Feminine Hi Fi tira mais um excelente trabalho do papel e embala vossa segunda-feira com música de primeira qualidade. Nome conhecido entre os frequentadores dos bailes em formato sound system de São Paulo, a paulistana Nina Girassóis é a nova aposta da gravadora das manas. A cantora desembarca aqui no mangue e apresenta o tema Resound, onde ela solta a voz na maior elegância sobre o riddim assinado pelo camarada Jeff Botto (Dubatak Records). “Escrevo sobre como morre gente e como nasce gente a cada segundo, todo dia. Sobre como uns tem de mais e outros tem de pouco, e como os que têm mais querem cada vez mais. No entanto, há o outro lado, que mostra como é bonito ver pessoas que se ajudam”, afirma Nina. Você só precisa apertar o play abaixo para entender melhor. Se gostar, fortaleça o corre da Feminine Hi Fi compartilhando o som aí na sua área. Vida longa.

Feminine Hi Fi

Assinada pelo DJ Mangue, Brasil com S é a nova mixtape do Mangroovee. Ouça e baixe

Após colocarmos na rede os dois volumes da série Onda, é com imensa satisfação que encostamos aqui na matriz para avisar vossa senhoria que o novo trampo do Mangroovee tá no ar. Assinada pelo DJ Mangue, também conhecido em um passado recente como Gusta, a mixtape Brasil com S embala seu radinho somente com músicas brasileiras mocadas. Iniciamos a viagem por terras brasilis com o malungo Chico Science passando a visão na introdução, depois você confere faixas assinadas por Projetonave, Red Lion, Síntese, OQuadro, Combo X, Alienação AfroFuturista, Eskrúpulos, YOka, Indigesto, Tatiana Bispo e 3 Pilares, além de uma dubplate especial preparada pelos camaradas Digitaldubs e Jota 3.

Você só precisa garantir o café preto aí desse lado e apertar o play abaixo para escutar mais uma trilha despachada pelo nosso selo. A arte ficou na conta do nosso irmão Matheus Mattos, que também é responsável por desenvolver todas as artes dos bailes e outras ações realizadas pela firma. Muito obrigado a todo mundo que fortalece nosso corre. Original Mangroovee.

DJ Mangue

Mangroovee no Ar #59: Question, El Michels Affair, Luiz Carlos Vinhas e Savave

Depois de colocarmos no ar o episódio especial sobre os 10 anos do disco Superação, do Contra Fluxo, voltamos até a matriz para continuar apresentando nossa saga pelas ondas sonoras das frequências moduladas. A sessão que colocamos aqui para trilhar a quarta-feira de vossa senhoria foi ao ar no último mês de maio, mas acabou ficando parada nas gavetas do mangue por algum tempo. Mas fizemos o resgate ontem à noite e cá estamos nós para deixar você por dentro de tudo aquilo que ecoou na Rádio Educativa FM 106.7 naquela oportunidade. Iniciamos com Luis Carlos Vinhas, André Sampaio & Os Afromandingas, BNegão, El Michels Affair, Hugh Mundell, Dennis Hamilton, Barrington Levy, Thiago Elniño, Dow Raiz, Gali, Funkeiro, Jamés Ventura, Savave, Hidden Orchestra, Question e Quantic. É só apertar o play, gente boa.

Pouca marra e muita ideia na entrevista do Ordem Natural para O Fino da Zica. Confira

Um dos canais brasileiros no Youtube com o qual mais nos identificamos, O Fino da Zica apresenta conteúdo interessante em todas as produções e entrevista vários nomes que passam despercebido pela grande mídia tupiniquim, mas que são muito melhores do que a maioria da rapaziada cheia de views na rede. Síntese, Lay, Sombra, Ogi, Amiri, Lívia Cruz, Edgar, Rico Dalasan, Inglês e Rincon Sapiência são alguns dos artistas em pauta na página deles. Semana passada foi a vez do Ordem Natural, representado por Lum, Gato Congelado e DJ Mako, colar no QG dos manos e trocar várias ideias sobre música, vivência, letras, Quinto Andar, entre outros temas. O título acima é sobre o vídeo onde eles falam sobre o lendário coletivo de rap formado também por Matéria Prima, Marechal, Shaw, De Leve e DJ Castro, mas aproveitamos a postagem e também colocamos aqui os outros três quadros que o Fino da Zica fez com o trio. Pouca marra e muita ideia, que é o que tá em falta na cena. Vale a pena chegar no play




Ordem Natural | O Fino da Zica

Ouça e baixe a beat tape Vida Nocturna, do Abud, novo lançamento da Beatwise Recordings

Release de número dezesseis do selo Beatwise Recordings, a beat tape Vida Nocturna é o terceiro lançamento do produtor/DJ Abud despachado pela gravadora. Antes da trilha que você confere hoje aqui no mangue, ele soltou as certeiras produções São Paulo Jazz Impressões e Fora do Tempo. Natural de São Paulo, mas radicado em Buenos Aires, o paulistano garimpou clássicos discos de boogie/funk/soul, picotou os samples e deu aquele talento nos timbres com as máquinas MPC2000 e SP404. A fita de batidas embala a sessão matinal na maciota ao som de dez instrumentais e um interlude. Você pode – e deve – fazer o download gratuito ou então colaborar com o quanto você ache justo (name your price) na BandCamp da Beatwise, onde também é possível marretar vossa cópia no formato k7. Pegue o café preto e aperte o play, gente boa.


Abud | Beatwise Recordings