Ouça o set de três horas feito pelo DJ Nuts na festa de 75 anos do Milton Nascimento

Há menos de uma semana, o DJ Nuts fez uma postagem no Facebook falando sobre como ele tava feliz de ter tido a honra de embalar a festa de aniversário de 75 anos do Milton Nascimento. Na ocasião em questão, o deejay embalou a celebração com um set de três horas de duração, que apresentou aos convidados nomes como Fafá de Belém, Flora Purim, MPB 4, Beto Guedes, Elis Regina e Wilson Simonal interpretando clássicos de autoria do Bituca. Acreditamos que provavelmente você também não colou nos parabéns do meste Milton para conferir mais uma aula de música brasileira ministrada pelo Nuts. Mas pode ficar tranquilo(a) porque o paulistano gravou toda a sessão com os discos e mandou o arquivo para o britânico Gilles Petterson, que não perdeu tempo e já subiu na rede a trilha no Mixcloud da estação Worldwide FM. Então não deixe de conferir o play abaixo para conhecer melhor a obra de um dos maiores artistas da história da música brasileira.

Milton Nascimento | DJ Nuts

Soul, funk, afro e jazz embalam o disco The Way Home, novo álbum do Ikebe Shakedown

O ritmo das postagens deu uma diminuída aqui no perímetro virtual do Mangroovee, mas sempre que possível vamos encostar para atualizar nosso honesto endereço eletrônico com bons lançamentos do mundo da música. E quem chega diretamente do bairro do Brooklyn, na Big Apple, para embalar vossa terça-feira é o combo Ikebe Shakedown. Lançado na semana passada pelo selo Colemine Records, o álbum The Way Home é o quarto disco de estúdio do grupo e apresenta 12 instrumentais que dropam as clássicas ondas do soul, funk, jazz e afro. O som dos caras carrega uma atmosfera cinematográfica e traz forte influência de nomes como Isaac Hayes, Ennio Morricone, Budos Band, Curtis Mayfield, Ebo Taylor, The Meters e Mulatu Astatke. Gostamos de todas as faixas presentes no repertório da trilha. Você só precisa apertar o play abaixo e deixar a sequência disparada pelos caras climatizar o ambiente aí na sua área.

Ikebe Shakedown | Colemine Records

Mangroovee no Ar #61: Diana, MF Doom, Black Rio, Q-Tip, Gorillaz e Planet Asia

Tá cada vez mais embaçado encontrar tempo para seguirmos atualizando nossa matriz, mas estamos dando um jeito de sempre passar aqui para deixar você por dentro de pelo menos uma parte daquilo que passa pelo radar do mangue em matéria de som. E, no meio de toda essa correria, quem nos ajudou foi a nossa amiga Mary G, que ficou na missão de montar a seleção do episódio #61 do Mangroovee no Ar. A deejay paulistana selecionou Greyboy, Chop Juggler, Apollo Brow, Planet Asia, Pete Rock & CL Smooth, Damu The Fudgemunk, MF Doom, Gorillaz, Q-Tip, Sérgio Mendes, Moacir Santos, Diana, Black Rio, Dizzie Gillespie, C+C Factory Music, Quantic, Senior Soul e DV Tribo. Chega mais no player abaixo para conferir mais uma sessão da saga comandada pelo Mangroovee na Rádio Educativa FM 106,7. Se você gostar, nos ajude a propagar a boa música compartilhando o trampo ai na sua área.

Mangroovee no Ar | Mary G

O DJ BeatPete dichava a obra da dupla Madvillain na mixtape Illest Villains. Ouça

Integrante da gravadora Mellow Orange, selo capitaneado pelo produtor Freddie Joachim, e um dos responsáveis pelo baile Backyard Joints, festa baseada na cidade de Berlin, na Alemanha, o deejay BeatPete é a bola da vez aqui no mangue. Dono de um dos melhores perfis do SoundCloud quando o assunto é mixtape, o alemão tem uma vasta coleção de vinil e sempre assina diferentes produções embaladas exclusivamente pelos discos. Se você garimpar mais sobre o trampo dele, vai encontrar desde um play em tributo ao beatmaker Kan Kick até uma trilha inteira gravada dos toca-discos para o tape deck.

Caso vossa senhoria não queira ir tão longe assim na pesquisa, é só escutar a última homenagem sonora feita pelo DJ, onde ele dichava a obra da dupla Madvillain (Madlib e MF DOOM) na trilha Illest Villains. Além de várias faixas dos dois vilões, BeatPete também resgata sons de Howard Lucraft, Foster Sylvers, Maria Bethânia, Osmar Milito, Matthew Larkin Cassell, Gentle Giant e Bill Evans, que foram alguns dos artistas sampleados nos álbuns MadvillainyMadvillainy 2 – Madlib Remixes. É só apertar o play abaixo e fazer a lição de casa.

BeatPete

Mangroovee no Ar #59: Question, El Michels Affair, Luiz Carlos Vinhas e Savave

Depois de colocarmos no ar o episódio especial sobre os 10 anos do disco Superação, do Contra Fluxo, voltamos até a matriz para continuar apresentando nossa saga pelas ondas sonoras das frequências moduladas. A sessão que colocamos aqui para trilhar a quarta-feira de vossa senhoria foi ao ar no último mês de maio, mas acabou ficando parada nas gavetas do mangue por algum tempo. Mas fizemos o resgate ontem à noite e cá estamos nós para deixar você por dentro de tudo aquilo que ecoou na Rádio Educativa FM 106.7 naquela oportunidade. Iniciamos com Luis Carlos Vinhas, André Sampaio & Os Afromandingas, BNegão, El Michels Affair, Hugh Mundell, Dennis Hamilton, Barrington Levy, Thiago Elniño, Dow Raiz, Gali, Funkeiro, Jamés Ventura, Savave, Hidden Orchestra, Question e Quantic. É só apertar o play, gente boa.

Ouça e baixe a beat tape Vida Nocturna, do Abud, novo lançamento da Beatwise Recordings

Release de número dezesseis do selo Beatwise Recordings, a beat tape Vida Nocturna é o terceiro lançamento do produtor/DJ Abud despachado pela gravadora. Antes da trilha que você confere hoje aqui no mangue, ele soltou as certeiras produções São Paulo Jazz Impressões e Fora do Tempo. Natural de São Paulo, mas radicado em Buenos Aires, o paulistano garimpou clássicos discos de boogie/funk/soul, picotou os samples e deu aquele talento nos timbres com as máquinas MPC2000 e SP404. A fita de batidas embala a sessão matinal na maciota ao som de dez instrumentais e um interlude. Você pode – e deve – fazer o download gratuito ou então colaborar com o quanto você ache justo (name your price) na BandCamp da Beatwise, onde também é possível marretar vossa cópia no formato k7. Pegue o café preto e aperte o play, gente boa.


Abud | Beatwise Recordings

O DJ PG comandou os toca-dicos antes do show do Thundercat, no Jazz na Fábrica. Ouça na íntegra

A lendária choperia do SESC Pompéia recebeu mais uma apresentação memorável no último final de semana. Estamos falando sobre os dois shows feitos pelo cantor, produtor e multinstrumentista Thundercat, que chegou na maior categoria na zona oeste de São Paulo e climatizou o Jazz na Fábrica com as faixas do disco Drunk, lançado no inicio do ano. Além de conferir o mano disparando temas como Tokyo, Friend Zone e Jethro, o público ainda foi presentado com o DJ PG (Elo da Corrente/Zulumbi) no comando dos toca-discos. O paulistano girou os pratos e mixou faixas de Kamasi Washington, Hubert Laws, Mayer Hawthorne, Robson Jorge & Lincoln Olivetti, NxWorries, Flying Lotus, entre outros. Você só precisa ficar à vontade aí desse lado e apertar o play abaixo para conferir a sessão completa comandada pelo deejay. Também aproveitamos o gancho e colocamos aqui o clipe do som Them Changes, um dos nossos vídeos preferidos do músico com nome de desenho.


DJ PG | Thundercat

Família a serviço da boa música. João Donato e Donatinho lançam o disco Sintetizamor. Ouça

No comando da nave com o caçula Donatinho de copiloto, o toten João Donato continua incansável e, aos 82 anos de idade, segue encontrando tempo e inspiração para despachar música da melhor qualidade. O pianista deixou a sexta-feira bem melhor com o lançamento do disco Sintetizamor, que saiu hoje pelo selo brazuca Deck Disc. Retirado do forno um ano depois do excelente registro Donato Elétrico, o novo trabalho do mestre comprova que a boa música é passada de geração em geração na família. Gravado no estúdio Sinth Love, no Rio de Janeiro, a trilha tem a produção musical e os arranjos assinados por Donatinho. Enquanto o pai apresenta um currículo impecável, onde você encontra obras do peso de Quem É Quem e Lugar Comum, o filho vem trilhando o mesmo caminho no super combo Abayomy Afrobeat Orquestra e em colaborações ao lado de Sly & Robbie, Gilberto Gil, Djavan, entre outras lendas.

Depois de misturar boogie e funk no primeiro single da trilha, Lei do Amor, que segundo Donatinho sintetiza o disco, a dupla acabou de liberar no YouTube todas as músicas do repertório. Além de temas instrumentais como Clima de Paquera e Hao Chi, o álbum também embala sua tarde com referências latinas na canção Vamos Sair à Francesa e ainda apresenta vários elementos da disco music. Você só precisa apertar o cinto – e o play – para embarcar em uma viagem na astronave da família Donato pelo futurista universo dos sintetizadores.

João Donato | Donatinho

Navegue pelas águas do jazz no novo disco da trompetista Yazz Ahmed, La Saboteuse

Dona de um currículo que traz trabalhos ao lado de nomes como Radiohead, Jazz Jamaica, Toshiko Akiyoshi, Max Romeo e Lee Perry, a trompetista e compositora Yazz Ahmed estreia aqui no modesto endereço virtual do mangue com o disco La Saboteuse – O Sabotador, em francês. Natural do Bahrein, no Oriente Médio, mas radicada desde os nove anos de idade em Londres, a mana despachou o álbum em questão no mês passado pelo selo Naim Jazz. Prensado naquele enxuto modelo de 180g e disponível em apenas 500 cópias – todas esgotadas, por sinal – o álbum embala vossa segunda com música de primeira ao som das 13 faixas do repertório.

Retirado do forno seis anos depois do long play Finding My Way Home, o novo registro de Yazz foi dividido em quatro capítulos, onde cada um deles traz uma ilustração diferente da talentosa artista britânica Sophie Bass. “Ninguém nunca tinha criado arte a partir da minha música. Foi muito especial a colaboração dela”, disse Ahmed em entrevista no Reino Unido.

Se você também gostou da capa, pode botar uma fé na indicação do Mangroovee e apertar o play porque o instrumental mantém a mesma qualidade do desenho. É só aumentar o volume e embarcar numa longa viagem pautada pelo jazz experimental, mas que também apresenta bastante psicodélia e várias referências sonoras do mundo árabe. Encosta aí, vai…

Yazz Ahmed

Mangroovee no Ar #55: Luiz Melodia, Reflection Eternal, Pancho, Chosen Few e Coleti

Disparada pela antena da Rádio Educativa 106,7 no dia 5 de abril, a edição de número 55 da nossa saga radiofónica embalou o município de São José do Rio Preto, no interior de São Paulo, com música brasileira, reggae, rap, funk e muito mais. Prestamos uma homenagem ao mestre Luiz Melodia, que segue firme e forte na batalha contra o câncer, e também selecionamos Flora Matos, Reflection Eternal, Pancho, Coleti, Richard Ace, Chosen Few, Froid, Riddle, Mood, Pete Rock, Blu e Alton Ellis. A essa altura do campeonato, você já deve saber que embalamos a sessão com uma hora de muita música, sem intervalos comerciais. Então aperte o play e escute mais um capítulo do mangue pelas ondas das frequências moduladas. Não deixe de mostrar nosso trabalho para o(a)s amigx(a)s. Muito obrigado!